Não tem jeito: uma cena que mexe com o coração de qualquer pessoa é a de um cachorro levando aliança em um casamento. Além de ser muito fofo, geralmente os cães que ganham esse papel nas cerimônias cumprem a missão muito bem. Por isso, uma dúvida que pode surgir é como fazer o adestramento de cães para ocasiões especiais como essa. 

Seu cachorro precisa de um adestrador? Faça o teste!

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Não tenho pets
Tenho cão
Tenho gato
Tenho cão e gato
Autorizo receber comunicações e publicidade da NESTLÉ®.

Se você não sabe como incluir cachorro no casamento, mas morre de vontade de ver o peludo entrando no altar com as alianças, o Patas da Casa separou algumas dicas importantes aqui embaixo. Confira!

Cachorro levando aliança: como treinar o seu amigo para o dia especial?

Para quem tem vontade de ver o próprio cachorro levando alianças, o momento deve ser planejado com certa antecedência. A cerimônia, por si só, já exige um planejamento e tanto, mas também é importante pensar no adestramento do animal, que pode levar até 6 meses para ser concluído. 

Se for um cachorro obediente e que já responde a alguns comandos — como sentar e deitar —, o processo acaba sendo mais rápido e tranquilo. Já se for um cãozinho que nunca foi treinado, é importante ter paciência e persistência. 

cachorro levando aliança: cão do lado de caixa com duas alianças

Veja abaixo algumas dicas de como adestrar cachorro para um casamento:

  1. O tutor deve começar os treinamentos, no mínimo, 6 meses antes da data do casamento. 
  2. É importante observar alguns aspectos do seu cão: se ele é obediente, se já sabe alguns comandos, se lida bem com multidões e se ele tem um temperamento tranquilo.
  3. Os primeiros treinos devem ser feitos em casa. Você pode começar ensinando o cachorro a carregar, com calma, uma bolinha e outras coisas, por exemplo. Depois, é só mudar para o que você realmente vai usar. 
  4. É necessário decidir qual objeto será usado. Alguns tutores preferem uma cestinha com as alianças; outros preferem colocar uma almofada nas costas do cachorro com os anéis. A escolha é dos noivos!
  5. Depois de treinar em casa, o tutor deve levar os treinos para uma área externa. Para isso, não pode ser um cachorro que puxa ou fica muito eufórico nos passeios — você deve ensiná-lo a se comportar.
  6. Se o seu cãozinho anda direitinho com você na rua sem fugir ou sair correndo, comece a treinar em lugares como um parque, um shopping ou alguma área recreativa. É importante que seja um lugar movimentado, semelhante ao que o pet encontrará no dia do casamento.
  7. Aproveite e treine também no próprio local da cerimônia, se possível. Assim o cãozinho estará mais familiarizado com o espaço.
  8. Esteja preparado para imprevistos. A história de um Bulldog Francês que encrencou com fotógrafo durante o casamento é um bom exemplo disso, igual quando uma gata interrompeu uma cerimônia — e acabou sendo adotada pelos noivos. Portanto, é importante sempre ter um plano em mente!

Noivos compartilham treinos com seu Golden Retriever para o grande dia

Qualquer raça de cachorro pode entrar com as alianças no casamento, mas um cãozinho que é naturalmente mais sociável vai tornar o processo bem mais simples. Os donos de um Golden Retriever registrou na internet como foi o treinamento para o grande dia. O vídeo mostra o cãozinho em ambientes públicos e movimentados sendo treinado com os noivos. Em seguida, é mostrado como ele se saiu na cerimônia de casamento. Apesar da empolgação ao ver a noiva, deu tudo certo! 

Veja o vídeo:

Se você não se sentir seguro para treinar um cachorro levando aliança, pode contratar um adestrador de cães! O especialista saberá as técnicas corretas para que seu pet aprenda o que deve fazer no dia. O preço do serviço varia de acordo com o profissional, cidade e região onde você mora, mas geralmente uma aula de adestramento fica entre R$100 e R$200. 

Qual o tempo mínimo necessário para ensinar os cães a levar as alianças em uma festa de casamento?

O tempo mínimo necessário para ter um cachorro levando alianças no casamento é de 3 a 4 meses. No entanto, a recomendação é que os treinos sejam feitos por, pelo menos, 6 meses. Quanto mais tempo o cãozinho passar treinando, menos chances têm de dar errado! Em alguns casos, o adestramento de cães para casamento pode chegar até um ano.

É importante, sobretudo, respeitar o seu cachorro! Se o animal for naturalmente mais reativo e não sociável, os tutores devem observar a evolução do pet durante os treinamentos, mas sem forçar situações ou brigar. Sem o treinamento e manejo adequado, as chances do cachorro ficar estressado e acabar estragando o momento das alianças são altas. 

Como incluir cachorro no casamento?

Existem várias maneiras de incluir um cachorro no casamento. Tem quem goste de colocar o cãozinho para anunciar a chegada da noiva com uma plaquinha no pescoço, tem quem goste de ver o cachorro levando aliança e tem quem coloque o animal no altar como um dos “padrinhos” ou “madrinhas”.

Veja abaixo as principais sugestões para incluir seu cãozinho na cerimônia:

  • Investir em uma roupa de cachorro para casamento. Se for um cãozinho macho, você pode colocar uma gravatinha nele, por exemplo. Já se for uma cadela, pode colocar um véu com um vestidinho.
  • Ensinar o cachorro a levar plaquinhas ou a cestinha com alianças. Assim você tem um momento super especial e emocionante bem antes de casar!
  • Ter uma pessoa para cuidar do cachorro durante a cerimônia. Alguns cães podem ficar eufóricos, e por isso é importante ter alguém de confiança para ficar com ele, dando atenção e cuidando de possíveis necessidades.
  • Por falar em necessidades, garanta que o cachorro faça xixi e cocô antes do casamento! Também é importante que ele tenha feito a refeição certinha, para não ficar com fome na hora.
  • Tirar fotos de cachorro com os noivos! Além de ser uma recordação e tanto, essa é uma ótima opção para cães que não são tão sociáveis participarem da celebração, mesmo sem estarem presentes no dia.
  • Considere levar o cãozinho embora assim que a cerimônia acabar. A festa depois pode ser muito cansativa e estressante para o pet. 

Pode levar cachorro no casamento civil?

No cartório, normalmente não é possível. Mas se for celebrar o casamento civil em outro espaço fora do cartório, o tutor deve conversar com os responsáveis do local para saber se existe a possibilidade de levar o cãozinho junto. Hoje existem muitos lugares que são pet friendly e permitem a presença de animais de estimação, mas é importante se atentar às regras e especificações de cada local.