Orelhas longas e caídas, corpo alongado e patas curtinhas: o Basset Hound é a fofura em forma de cachorro e tem o poder de estimular a vontade de dar carinho em qualquer pessoa — mesmo aquelas que não são muito fãs dos animais de quatro patas. A raça Basset Hound foi criada na França e é um amigo que o tutor tem para todas as horas. Para saber um pouquinho mais o cachorro Basset Hound, nós juntamos aqui embaixo quatro das principais características da raça. Vem ver! 

1) O Basset Hound é a calma em forma de cachorro

A carinha de quem está constantemente com sono, comum do Basset Hound, pode ser uma coincidência por causa da pele “caída” do rosto dele, mas uma coisa é verdade: essa raça não é das mais ativas. Quem está acostumado com animais que têm mais energia, como o Jack Russell Terrier, costuma sentir bastante diferença com o Basset Hound. O cachorro é a definição de calmaria, serenidade e tranquilidade. Mesmo que goste bastante de brincar e seja ativo — se dá bem com crianças e outros cachorros por isso —, ele é bem reservado, independente e também gosta de ficar quietinho, apenas recebendo carinho.


O Basset Hound filhote precisa de socialização, mesmo sendo dócil
O Basset Hound filhote precisa de socialização, mesmo sendo dócil

2) Esportes intensos não é a praia do cão Basset Hound

Mesmo que seja ativo, as corridas e brincadeiras que exigem alta intensidade física não são recomendadas para o Basset Hound por causa da combinação de tronco longo com patinhas curtas desse animal. Se não houver cuidado, ele pode sofrer lesões nas colunas e nas patas enquanto se exercita. Ainda assim, o Basset Hound tem tendência à obesidade, então precisa de atividades físicas leves com frequência: caminhadas curtas todos os dias já ajudam nessa missão e evitam o sedentarismo do animal. 

3) O faro aguçado é uma das principais habilidades do Basset Hound

Se hoje o Basset Hound é um ótimo cão de companhia, quando foi criado ele servia como cão de faro. A habilidade, mesmo que não seja tão explorada, ainda é muito forte na raça: se algum cheiro chamar a atenção dele, provavelmente vai seguir aquele rastro até ter a curiosidade sanada. Isso vale para tudo, desde petiscos até brinquedinhos escondidos. O nariz do Basset Hound tem mais de 20 milhões de receptores de odores e, juntando isso com a determinação natural dessa raça, se torna basicamente impossível mudar o foco desse animal quando ele pega um rastro interessante. 

4) Adestrar o Basset Hound pode ser um pouco complicado

Justamente por causa da independência e da preguiça, o Basset Hound não costuma aceitar o adestramento com a maior facilidade do mundo. Mesmo que ame os tutores, eles não gostam de receber ordens e, por isso, os comandos devem ser repetidos com persistência até a assimilação do animal. Use sempre estímulos positivos para que ele se sinta motivado a cooperar. Além do adestramento, a socialização também é necessária para o filhote de Basset Hound: mesmo sendo dócil e gentil, ele precisa se acostumar a conviver com outras pessoas e animais para sempre reagir bem a essas situações. 

Redação: Ariel Cristina Borges

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Não tenho pets
Tenho cão
Tenho gato
Tenho cão e gato
Autorizo receber comunicações e publicidade da NESTLÉ®.