Muitos tutores podem se perguntar: será que tem problema deixar o gato sozinho na hora de viajar? A resposta é sim. Apesar de parecerem animais independentes, os bichanos precisam dos nossos cuidados. Por isso, tem que ter alguém para encher o pote de ração deles, limpar a caixinha de areia, trocar a areia da caixinha e até para brincar com eles. Para fazer uma viagem sem se preocupar com seu amigo, o hotel para gatos e cat sitter são as melhores opções.

Faça o teste e descubra qual a personalidade dominante do seu gato!

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Não tenho pets
Tenho cão
Tenho gato
Tenho cão e gato
Autorizo receber comunicações e publicidade da NESTLÉ®.

Os dois serviços tem seus prós e contras, o que pode deixar os gateiros indecisos. Pensando nisso, o Patas da Casa preparou um infográfico com tudo que você precisa saber sobre o hotel para gato e a contratação de cat sitter. Dá só uma olhada!

Bloco informativo mostrando os prós e contras do hotel para gatos e pet sitter

Quanto tempo o gato pode ficar sozinho em casa?

Gatos até podem ficar algum tempo sem companhia, desde que não seja um período tão prolongado. Então o gato pode ficar sozinho quantos dias? Se for um animal adulto, ele pode ficar desacompanhado por, no máximo, um ou dois dias. Já se for um filhote, ele não deve ficar sozinho por tanto tempo. O ideal, na verdade, é seguir a recomendação abaixo:

  • Gato filhote de até 2 meses — Pode ficar sozinho por, no máximo, 1 hora.
  • Gato filhote de 2 a 4 meses — Pode ficar sozinho por cerca de 4 horas.
  • Gato filhote acima de 6 meses — Pode ficar sozinho por até 8 horas.
  • Gato adulto — Pode ficar sozinho por até 2 dias.

Vale lembrar que os gatos que passam muito tempo sozinhos precisam de enriquecimento ambiental, brinquedos e uma série de cuidados, assim como qualquer outro. Além disso, é importante levar em consideração as individualidades de cada animal. Se for um gato carente e muito apegado ao dono, por exemplo, ele não vai conseguir ficar tanto tempo sem companhia.

Onde deixar os gatos quando for viajar?

Viajar com gato até é possível, mas é muito trabalhoso e pode ser bastante estressante para o pet. Por isso, durante as viagens, o melhor a se fazer é procurar alternativas mais confortáveis para o seu amigo felino. É aí que entra o hotel para gatos e o serviço de cat sitter.

O hotel para gatos funciona como um típico serviço de hospedagem. Você prepara a malinha do seu pet e o leva para o hotel, que é totalmente estruturado e adaptado para as necessidades desses animais. É uma alternativa relativamente prática, com um custo não tão alto — entre R$15 e R$120 a diária — e que tem acompanhamento 24 horas por dia, além de equipe treinada. Por outro lado, o fato de mudar totalmente a rotina pode deixar o gato estressado.

Já o serviço de cat sitter acontece na comodidade da sua casa. É o profissional que vai até lá para cuidar do seu bichinho de estimação, gastar a energia dele, dar ração para gato e limpar a caixinha do pet. Ele também pode administrar medicamentos, caso o animal tenha alguma condição específica de saúde. Mas, para contratar o melhor cat sitter, valor tende a ser um pouco mais alto — de R$ 30 até R$ 60 a hora. Como o gato não fica acompanhado 24 horas, é outro ponto negativo. 

Para escolher a melhor alternativa, o ideal é levar em consideração a personalidade do gato. Se ele é muito apegado com a rotina, se estresse sempre que sai de casa e não é muito sociável, talvez a melhor opção seja contratar um cat sitter. Se ele é o contrário disso, é válido procurar um hotel para gatos perto de mim.

O que o gato sente quando o dono viaja?

Os gatos sentem saudades do dono quando ele viaja. Ao contrário do que alguns podem pensar, os bichanos criam fortes vínculos com os humanos e por isso podem estranhar a ausência do tutor. É importante ter em mente que o que os gatos pensam sobre os humanos é que a gente é, basicamente, um gato “maior” do que ele. Eles nos enxergam como parte da família, se apegam e por isso podem ficar tristes se ficarmos muito tempo longe.