As vacinas para gatos são essenciais para manter o animal protegido de doenças comuns. Há quem diga que os felinos têm sete vidas, mas com saúde não se brinca! A imunização garante o bem-estar e a longevidade do seu gatinho, que ficará livre de muitas enfermidades graves. Assim como a vermifugação e o controle de parasitas, como as pulgas, as vacinas precisam ser dadas regularmente. Uma delas é a vacina quádrupla felina (também conhecida como polivalente V4), que combate quatro tipos de doenças virais. Para te ajudar, preparamos um material com todas as informações que você precisa saber sobre essa imunização. Chega mais!

Vacina quádrupla felina: quais doenças são prevenidas com a imunização?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Não tenho pets
Tenho cão
Tenho gato
Tenho cão e gato
Autorizo receber comunicações e publicidade da NESTLÉ®.

A vacina para gatos V4 protege contra quatro vírus de doenças que podem ser fatais para os gatos:

  • Clamidiose felina: a doença atinge a região ocular e o sistema respiratório do gato. Sintomas semelhantes a conjuntivite e crise de rinite são os sinais mais comuns. A doença é contagiosa entre os felinos e também pode ser transmitida para humanos. É causada pela bactéria Clamidia psittaci;
  • Calicivirose felina: a doença também atinge o trato respiratório dos gatos (também pode afetar os olhos e sistema digestivo) e é altamente contagiosa. Secreção nasal, espirros e tosse são os sintomas mais comuns;
  • Panleucopenia felina: conhecida popularmente como a cinomose de gato, essa doença é muito grave e afeta a imunidade do animal com a diminuição dos glóbulos brancos. Os sintomas mais comuns são desidratação, icterícia (coloração amarelada da pele e mucosas), diarreia, vômitos e anorexia;

Há ainda a vacina quíntupla felina, que protege o animal de todas essas doenças e inclui a imunização contra a FeLV (leucemia felina). A diferença entre as vacinas é determinada pela quantidade de antígenos presentes na composição. Na dúvida, converse com um veterinário de confiança para que ele possa indicar a melhor para o seu gatinho.

Vacinas para gatos filhotes devem ser dadas em doses e com intervalos

  • A primeira dose da polivalente deve ser aplicada quando o gato tem cerca de 60 dias de vida;
  • Depois da primeira dose, as próximas precisam seguir um intervalo de 21 a 30 dias. Ou seja, o gato vai tomar a segunda dose da polivalente quando ele tiver cerca de três meses de vida;
  • Quando o animal for tomar a terceira e última dose da polivalente, ele também será imunizado com a vacina contra raiva. Isso ocorre quando o animal tem aproximadamente 120 dias de vida;
  • A vacina polivalente (V3, V4 ou V5) e a vacina antirrábica são imunizações obrigatórias que precisam ser reforçadas anualmente.

Vacinas para gatos são importantes em todas as fases de vida do animal
Vacinas para gatos são importantes em todas as fases de vida do animal

Vacina: gato adulto também precisa ser imunizado com a V4

Se você resgatou ou adotou um gato adulto, é importante que ele passe pelo mesmo protocolo de imunização. A vacina quádrupla felina ou quíntupla felina pode ser tomada em todas as idades. Em todo caso, o gato precisa estar saudável e sem ocorrência de diarreia, vômito ou qualquer outra doença que podem atingir a sua imunidade.

Como o sistema imunológico do gato adulto já está formado, ele pode tomar a vacina em uma dose ou seguir o mesmo ciclo de vacinas dos filhotes. A diferença aqui é que o gato adulto precisa tomar a vacina de raiva assim que recebe a primeira dose da polivalente. Converse com o veterinário para que ele possa determinar o melhor protocolo de imunização para o seu felino.

Redação: Júlia Cruz