Geralmente “é sempre um gato laranja” que está por trás das maiores travessuras felinas. Eles são espertos, sociáveis, brincalhões e cheios de atitude. Para a alegria dos fãs do Gato Miu (@gatomiu), a família cresceu com a chegada do Mandolate, um filhotinho laranja que veio para causar. Recentemente o casal Karoline Freitas e Guilherme Antunes, que já eram tutores do Miu, Mu e Morcega, adotaram mais um gatinho. Mas quem já passou pelo processo de acostumar um gato com outro, sabe que essa adaptação não é tão simples e pede alguns cuidados. E com o Mandolate não poderia ser diferente! A chegada do pequeno mudou a rotina dos gatos influencers e tudo é compartilhado nas redes sociais. Conversamos com os tutores para entender como tem sido e eles compartilharam algumas dicas de como deixar o processo mais fácil!

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Não tenho pets
Tenho cão
Tenho gato
Tenho cão e gato
Concordo que a Nestlé use meus dados de contato e interações para me mandar comunicações de marketing. Seu consentimento para este fim é voluntário e você é livre para retirá-lo a qualquer momento. Mais informações disponíveis em nossa
Política de Privacidade da Nestlé.

A adoção do Mandolate foi planejada e respeitosa com os gatos residentes

Evitar tomar decisões por impulso na hora de adotar um novo pet se você já tiver gatos é bem importante. Os felinos gostam de rotina, coisas no lugar e tranquilidade. A chegada de um novo animal na casa, especialmente um filhote de gato cheio de energia, pode ser bem estressante para os gatos residentes. Mas isso não é um impedimento para aumentar a família de quatro patas: com o manejo correto, tudo fica mais fácil!

Desde a adoção do Mandolate, a página da família se dedica em mostrar os desafios e delícias de como acostumar um gato com outro. A novidade exigiu uma série de cuidados. Afinal, o Miu, Mu e Morcega já estavam há anos vivendo juntos, em uma rotina bem agradável - detalhe que trouxe muito receio para os tutores sobre uma nova adoção. “Nosso maior medo de adotar mais um gato era estragar essa relação tão boa que eles têm. Outra preocupação também era manter a qualidade de vida que oferecemos para os três com a chegada de mais um. Mandolate foi a adoção mais planejada e calculada da casa, pesquisamos muito antes para entender como adaptar eles da melhor forma”, contam.

A chegada de um filhote de gato sempre será delicada, então é preciso minimizar o estresse

Quem acompanha o dia a dia de um pet influencer sabe muito bem que qualidade de vida e bem-estar, bem como higiene e ração de qualidade, são essenciais para manter o animal feliz e saudável. Porém, qualquer mudança na rotina dos gatos pode desencadear um quadro de estresse que pode abalar até abalar a saúde do bichano. Mesmo com todos os cuidados antes e durante a chegada do Mandolate, os três gatos adultos que já viviam na casa sentiram o baque.

“Todos sentiram a chegada do Mandolate nos primeiros dias. Miu ficou carente pedindo carinho e atenção. Mu ficou curioso, mas um pouco chateado e quietinho. E a Morcega ficou bem agressiva, rosnando e deixando bem claro que não gostou da ideia de ter mais um na casa dela. Mas tudo foi conforme o esperado e logo eles foram se acalmando”, relata o casal. A paciência e respeito por todos os gatos envolvidos na situação foi fundamental nos primeiros dias. O ensinamento que fica é que sempre haverá um nível de estresse na adaptação, mas é possível minimizar os efeitos com simples atitudes. 


Como fazer um gato se acostumar com outro? Mu e Mandolate agora são inseparáveis!

 

O segredo de como fazer um gato se acostumar com outro é ter paciência

 

Os gatos são territorialistas e detestam mudanças. Mas isso não quer dizer que é proibido adotar mais um bichano. É só o tutor entender direitinho como adaptar um gato com outro. Separar um ambiente da casa só para o novo gato, por exemplo, é muito importante. Inclusive, foi essa atenção que os tutores do Miu, Mu e Morcega tiveram: “O Mandolate ficou isolado em um quarto separado para ajudar na adaptação, mas também para fazer todos os exames e confirmar que não teria nenhum risco ele entrar em contato com os outros.”

Enquanto isso, os outros gatos estavam atentos ao que rolava ali: “Nesses dias eles ficaram muito curiosos, iam na porta do quarto miar e rosnar, já entendendo que tinha um novo gato.” Em seguida, foi necessário muita paciência para fazer as devidas apresentações: “Pegávamos as caminhas, brinquedos e cobertinhas que o Mandolate usou para mostrar aos outros, apresentando pelo cheiro. Quando percebemos que eles ficaram tranquilos, trocamos eles de ambiente, deixando o Mandolate no resto da casa e os três no quarto. Cada vez que eles ficavam mais tranquilos, aumentava o contato entre eles.”

A adaptação não para quando os gatos têm o primeiro contato amigável

Algumas semanas depois da chegada do Mandolate, eles já ficam juntos no mesmo ambiente com a devida supervisão dos tutores. Durante a noite, o novo integrante da família ainda fica preso em um cômodo com as coisinhas dele: brinquedos, caminha, caixa de areia, comedouro e pote de água. Isso é importante também para que os gatos residentes consigam descansar (afinal, a energia de um filhote pode ser infinita). Aos poucos, o novo quarteto se aproxima e têm mais contato, dividindo brincadeiras e até saboreando o sachê um ao lado do outro. Mesmo que eles já estejam mais acostumados a presença um dos outros, a adaptação é um processo contínuo e que não deve parar imediatamente.

O reforço positivo e o enriquecimento ambiental para os gatos ajudam bastante. No caso da nova família do Mandolate, por exemplo, as tocas e as caminhas altas são importantes para que o Miu, o Mu e a Morcega tenham um refúgio: “Além de fazer toda adaptação de forma lenta, o que ajudou foi ter a casa com bastante toquinhas e caminhas no alto. Como o Mandolate ainda não consegue subir, virou uma proteção para os mais velhos fugirem quando ele estava querendo brincar demais.” 

Mandolate é um típico gato laranja curioso e que adora brincar!

Todo gato laranja é conhecido pela sua personalidade extrovertida e brincalhona. Quem tem um em casa, sabe muito bem como é divertido viver com um. E aparentemente, o pequeno Mandolate também é cheio de energia para aprontar com seus irmãos felinos: “É engraçado que o Mandolate quer ser amigo de todos e fica chamando para brincar com toda sua energia de filhote. Os mais velhos só ficam julgando e saem de perto.” Além disso, os tutores contam que os mais velhos se tornaram uma referência para o filhotinho: “Ele está sempre de olho em tudo que os outros gatos fazem para fazer também. Se eles afiam as unhas no tapete, ele logo vai lá afiar também. Se vê um subindo na caminha mais alta, também quer subir. Ele está aprendendo tudo com os mais velhos.” Uma fofura, né?!

Separamos alguns vídeos que mostram como têm sido a rotina com o novo membro da família, mostrando que  é sim possível acostumar um gato com outro de forma muito divertida e respeitosa. Veja só!


@wtfmiu tudo normal por aqui #animaisnotiktok #gatostiktok #gatosengraados som original - gato miu

 

Quer adotar um novo gatinho também? O Adota Patas pode te ajudar!

Apesar dos cuidados redobrados que o período de adaptação requer, adotar um pet é uma delícia! Eles nos ensinam sobre responsabilidade, cuidado e amor - qualidades que nos tornam pessoas melhores! Não importa se você se identifica mais com cães ou gatos, sempre terá o bichinho perfeito te esperando. Além de todo o suporte que você recebe do Patas da Casa para cuidar do seu pet, nós também te ajudamos a encontrar um novo amigo canino ou felino. No Adota Patas, você preenche um formulário indicando exatamente o que busca em um novo pet de acordo com sua rotina e prioridades (por exemplo, um cachorro que fique bem sozinho por algumas horas e goste de crianças ou um gato que não tem problemas em dividir a casa com outros bichinhos que você já tenha). A partir das suas respostas, a plataforma indica os animais disponíveis nas nossas instituições parceiras que atendem esses requisitos. Clique aqui para conhecer seu novo melhor amigo!

*O Adota Patas atualmente possui parceria com três ONG's em São Paulo. Se você não mora no Estado, fique atento que em breve chegaremos à sua região. 

Redação: Erika Martins

Edição: Luana Lopes